JOVENS PROFISSIONAIS

Abrir espaço para jovens em vulnerabilidade social aprenderem uma profissão. Foi com esse ideal que, em 1976, o empresário Geraldo Linck deu início ao que mais tarde viria a se tornar uma rede de inclusão social através da educação: o Projeto Pescar.

Desde 1995, a Fundação Projeto Pescar, organização não governamental e sem fins lucrativos, mantida por empresas e apoiada por instituições públicas e privadas, nacionais e internacionais, é a responsável pela gestão do Projeto Pescar.

A Sulgás ingressou na Rede Projeto Pescar em 2007, como mantenedora da Fundação. Em 2008, implantou uma unidade do Projeto em Canoas, onde é oferecido o Curso de Iniciação Profissional na Área de Gás Natural a jovens oriundos de famílias de baixa renda.

O curso tem 800 horas-aula e seu programa é dividido em 40% de conteúdos técnicos e 60% de conteúdos voltados para formação pessoal e cidadania. Senso de responsabilidade, comprometimento, trabalho em equipe e liderança são alguns dos aspectos trabalhados.

Além de voluntários internos, a Sulgás conta com a parceria de empresas e entidades que também contribuem para a formação dos alunos, através de cursos de informática, orientação profissional, atividades culturais entre outras.

Os resultados desses esforços têm proporcionado aos jovens grandes vantagens no mercado de trabalho. Cerca de 70% dos egressos da Unidade Projeto Pescar Sulgás conseguiram uma colocação logo após o término do curso, e alguns ingressaram no ensino superior.

A partir de 2011, a Unidade inovou ao estabelecer parceria com o Senai Nilo Betannin, onde são oferecidas aulas práticas voltadas para adaptação e conversão de instalações prediais para uso do gás natural. 

 

BENEFÍCIOS PARA A COMUNIDADE:

  • Formação profissional e preparação para o mercado de trabalho gratuitas num curso de 800 horas/ano.
  • Certificações: da Fundação Pescar (todo curso de formação da unidade); do Senai (curso de formação profissional, subsidiado pela qualificação técnica da ABNT e acreditado pelo Inmetro), e da Fundatec (Módulo de Qualidade).
  • Concessão de: cesta básica mensal para a família; lanche para os alunos; vale-transporte; uniforme; material escolar e seguro de vida.
  • Acompanhamento da situação econômica e social do jovem até dois anos após a conclusão do curso.
  • Acompanhamento e atendimento psicológico gratuito ao jovem e seus responsáveis durante o ano letivo.
  • Estímulo à prática do voluntariado.
  • Troca de experiências, proporcionadas por meio de participação em eventos externos da Rede Pescar e de outras instituições parceiras.