10/05/2018

 

A Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul completa, neste 10 de maio, 25 anos de história. A data é comemorada com muito trabalho e resultados positivos. Até o fim de abril, mais de 1.100 km de rede foram implantados, a marca dos 45 mil clientes em operação foi superada e a média de consumo de gás natural do ano é maior que a de 2017.

A Sulgás projeta para 2018 o incremento de, aproximadamente, mais 50 km de rede canalizada. No primeiro quadrimestre, já foram lançados quase 15 km de dutos. De acordo com o diretor-presidente da Sulgás, Claudemir Bragagnolo, o foco deste ano está na realização de obras em Porto Alegre, Caxias do Sul e São Leopoldo e no andamento do projeto estruturante de Gramado.

“Em Porto Alegre, vamos ampliar nossa malha dutoviária nos bairros Cidade Baixa, Bom Fim, parte do Floresta, Higienópolis, Santana e Jardim Botânico”, explica. Conforme o dirigente, está sendo feita uma aproximação com os empresários, principalmente da Cidade Baixa, para que, em breve, um grande número de bares e restaurantes possam usufruir dos benefícios do gás natural nessa área boêmia da cidade.

Houve também um avanço no número de clientes, somando 45.755 consumidores operando com gás natural. Destes, 44.595 são residências e 921, estabelecimentos comerciais. A Companhia também abastece 131 indústrias, 85 postos de GNV, 19 clientes no segmento de geração de energia a GN, três no de cogeração e uma termelétrica. Em breve, também iniciará o primeiro atendimento a um sistema de climatização a gás natural, ainda uma novidade no mercado gaúcho.

Consumo de gás natural em alta

A comparação entre os quatro primeiros meses de 2018 e o mesmo período do ano anterior aponta um aumento de 18% no volume médio de gás natural comercializado pela Sulgás. “Praticamente foi uma tendência em todos os segmentos atendidos pela companhia”, constata Bragagnolo. O setor industrial obteve um crescimento de 25% no consumo de GN, o comercial registrou aumento de 15%, residencial, 28%, geração, 44%, e veicular, 17%. Neste último, a elevação dos preços dos combustíveis líquidos e o crescente número de automóveis adaptados para o uso do GNV foram fatores decisivos. O relatório do Denatran de março indica que 66.629 carros rodam com o combustível em solo gaúcho. 

Premiações

Ao longo de sua história, a Sulgás recebeu importantes reconhecimentos sobre seu desempenho. Foram inúmeros destaques em rankings nacionais e regionais, promovidos por veículos de comunicação, e também recebeu diversos prêmios organizados por instituições públicas e privadas. Nos últimos três anos, podemos destacar:

  • Prêmio Petrobras Gestão CDL (2015): 1º lugar da categoria que avaliou o desempenho na comercialização do volume não térmico em 2014 e 2º lugar em Governança Corporativa.
  • Ranking Melhores e Maiores da Revista Exame (2016): 3º melhor empresa de energia do País e 2º estatal mais rentável do País.
  • Prêmio Valor 1000 do Jornal Valor Econômico: 1ª colocada em rentabilidade de patrimônio líquido do setor de Petróleo & Gás.
  • Ranking das 300 melhores empresas do país da Revista Época Negócios (2017): 1º lugar em desempenho financeiro entre as empresas de energia do país; 3º lugar em desempenho financeiro entre todas as empresas do ranking e a 7ª sétima melhor instituição de capital estatal nacional, considerando os seis critérios analisados.